Resenha: Inoar Escova Progressiva Marroquina

Dizer que eu apenas testei essa progressiva é uma injustiça. Eu a fiz por anos (desde 2010) e parei no ano passado, por motivos que no final desse post vou deixar bem detalhados!

Esta progressiva vem em um kit bem simples, com apenas um Shampoo de Limpeza Profunda e o Tratamento Capilar Marroquino (2 x 250ml), e custa ~ 90 reais (no site Docebeleza).
*Obs.: A Inoar Escova Progressiva Marroquina agora é Ghair Escova Progressiva Marroquina. Eu acredito que foi uma mudança apenas no nome, porque o produto e os resultados, PARA MIM, permaneceram os mesmos. Então se você se deparar com um nome ou outro, é a mesma progressiva!

Sobre o produto

Informação número 1: ela contém sim formol, e tem o cheiro bem forte, dando aquela ardida básica nos olhos. Mesmo assim, é um produto cosmético autorizado pela Anvisa.
Desenvolvida para reduzir o volume e amaciar de maneira eficaz os cabelos danificados e crespos, proporciona um liso com uma duração razoável, tratando e condicionando os cabelos.
A duração depende muito de cabelo para cabelo. A frequencia com que você lava o cabelo, ritmo de crescimento, existência de outras químicas/colorações/descoloração, tudo isso influencia o quanto ela vai durar no seu cabelo. Então é bem complicado generalizar. No meu cabelo, por exemplo, ela durava facilmente 10 meses, mas porque eu não lavava o cabelo todo dia, usava Low Poos, e meu cabelo cresce muito lentamente. Sem falar que meu cabelo é praticamente liso, com bem poucas ondulações que somem apenas com o secador. A média, que eu ouço por aí, são de 3-4 meses.

Como fazer / Aplicação

Uma das melhores coisas dessa progressiva é que a aplicação é bem fácil e ok de se fazer sozinha. Apenas recomendo seriamente fazer em um ambiente aberto e com ventiladores, porque levanta muito vapor e arde bastante os olhos. Use luvas descartáveis durante toda aplicação.

Segue o passo a passo:
1) Higienização dos fios: aplique o shampoo de limpeza profunda nos cabelos molhados, de 2-3 vezes, até ficar bem limpo.
2) Tire o excesso de água com uma toalha e, em seguida, seque pelo menos 80% do cabelo com o auxílio de um secador.
3) Coloque uma quantidade do Tratamento Capilar Marroquino em uma vasilha plástica.
4) Divida o cabelo seco ao meio e trabalhe por lados, com o auxílio de presilhas.
5) Desça mechas finas, começando pela nuca, e espalhe com um pincel e um pente, no sentido da raiz para as pontas.
6) Com o produto aplicado em todo o cabelo, faça uma pausa de 40 minutos, para o cabelo absorver e secar um pouco.
7) Após a pausa, inicie o processo de escova pelas mechas da nuca até que todo o cabelo esteja seco.
8) Em seguida, utilize uma chapinha para pranchar mecha a mecha de 6 a 10 vezes cada uma, trabalhe sempre com mechas finas.
*OPCIONAL*
9) Após pranchar todo o cabelo, aguarde pelo menos 10 minutos para os cabelos esfriarem. Enxágue com água morna.
Coloquei este último passo como opcional pois, se não te incomodar o cabelo mais pesado, e dependendo também do nível de porosidade do seu cabelo, não é necessário enxaguar na hora e você pode ficar mais um dia com o produto no cabelo. Há quem diga que a progressiva dura mais esperando mais um dia. Eu pessoalmente nunca esperei e sempre enxaguei na hora, pois o cheiro me dava enxaqueca.

Resultados

Bom gente, a verdade é que os resultados de progressivas são bem polêmicos. Há quem diga que o selamento das cutículas com o formol é tão intenso que nada mais entra, nem nutrientes de hidratações, e o cabelo vai quebrando de dentro pra fora, e que jamais se deve fazer progressiva em cabelo descolorido justamente por isso.

Eu discordo completamente. Essa progressiva da Inoar foi, aliás, o único produto que conseguiu salvar o cabelo da minha mãe depois de uma série de descolorações mal sucedidas que eu tentei nela (e resolvi tonalizando com um loiro escuro no fim hahaha). O cabelo dela havia ficado tão poroso que beirava a quebra química em diversos pontos. E está aqui a foto pra provar o milagre que essa progressiva fez no cabelo dela, alinhando, selando e dando muito brilho:

O cabelo ainda estava com o produto
Progressivas (por causa do formol) tem sim o poder absurdo de selar as cutículas, mas não acredito que seja um problema para o cabelo TODO. Com o tempo, quem sofre mesmo são as pontas, o que faz sentido já que são a parte mais "velha" do seu cabelo e são naturalmente prejudicadas pela distância da raiz.

Para alisar cabelos ondulados ou muito volumosos, essa progressiva é pontual e alisa muito bem. O meu cabelo sempre ficou chapadíssimo com ela. Cabelos muito crespos já não respondem tããão bem.

Porque EU parei de fazer

A grande verdade é que, quando eu comecei a fazer progressiva lá por 2008, o que mais me fascinava era o brilho e selamento das cutículas. Nunca fiz a progressiva com a finalidade de alisar em primeiro lugar.

Então eu pensei que pudesse parar com a progressiva quando eu conheci o Botox Capilar. Era um produto sem formol, não ardia nem incomodava ao aplicar, mais barato e rápido de se fazer, e que dava 80% dos efeitos que eu buscava com a progressiva - selamento das cutículas, brilho, reposição de massa.

O melhor era que, justamente, não alisava. Uma das coisas que mais me incomodavam na progressiva eram as pontas chapadas, absurdamente retas, sem movimento e mais propensas a virarem duplas.

Sem falar na polêmica do formol, se faz mal ou não. Na dúvida, e podendo ter pontas saudáveis e com movimento, eu parei com a progressiva em julho de 2014, e tenho sobrevivido muito bem apenas com o Botox, o qual faço +/- de 2 em 2 meses.

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Já usei o Bom-tox da New liss Hair, Botoxy da Zap, Portier Ciclos, Felps Btox, e o último que usei foi Nanotox da Glatten. Da uma olhada nas resenhas aqui pelo blog :)

      Excluir
  2. a mudança p Ghair alterou a forma dela. Ela possui "citric acid", não é a base de formol mais... péssimo p loiras.

    ResponderExcluir